02 DE outubro | POR Vinicius Lasserre

Se tem uma coisa que todo mundo ama é viajar, porém muita gente acha que viagem tem que ser carérrima e/ou internacional e eu estou aqui pra provar que não é bem assim…

Pra quem me segue no @viniciuslasserre, notou que eu fiz uma viagem mara e rapidinha pra João Pessoa/Jampa/Johnny People (adoro chamar assim, se acostumem). Passei dois dias na cidade, cheguei num dia voltei no outro mas a quantidade de coisas que fiz, conheci e percebi ali não couberam nesses dois dias. Resolvi fazer esse post porque percebi muitas coisas que acho valido contar pra vocês e quem tiver curiosidade em conhecer a cidade já fica mais por dentro.

OBS: Endereços e contatos no fim do post <3

PASSEIOS INCRÍVEIS

Se tem uma coisa que Johnny People sabe fazer é aproveitar suas belezas naturais e com isso criaram passeios imperdíveis, entre eles fizemos o Por do Sol na praia do Jacaré, uma viagem linda dentro de um catamarã de dois andares, onde vimos de perto o sol se por e Jurandy (famoso no mundo todo pelo seu espetáculo) tocar o bolero de Ravel lindamente.

Depois disso conhecemos a orla de Cabo Branco, que posso dizer, é MUITO organizada. Os bares são todos organizados numa orla linda. Sorry REC, a orla de lá ganha de 10 na de Boa Vigem… Repito, a orla não a praia.

No outro dia fomos visitar a praia do Seixas, de lá partimos em outro catamarã com direção as piscinas naturais, acho que no máximo 10 minutos até o alto mar onde as melhores fotos da viagem surgiram. Os peixes nadando em volta, a água rasa e o marzão todo lindo pra você nadar.

NÃO EXISTE VIDA NOTURNA

Essa foi a minha maior decepção em relação a cidade. Lá estávamos nos no hotel morrendo de fome em plenas 22h30, decidimos sair e passar no Drive-Thru da McDonalds pra comer. Exatas 22h50 chegamos lá, fechado… Vamos num supermercado, fechado… Fomos pra orla e então, bares fechados, restaurantes fechados, fast-food fechado. Gente??? Como que faz??

Então em direção ao nosso hotel encontramos um lugar chamado Bar do Cuscuz, muito conhecido por lá, pelo o que notamos. O lugar funcionava mais como point para happy hour, aquela cara de sai da empresa e vim pra cá. Caro? Sim, mas era a unica opção.

JÁ VIDA MATUTINA…

Viagem é assim né, dorme tarde e acorda cedo, no caso de João Pessoa fomos obrigados a dormir de 00h (cedo, ok?) e acordar as 6h pra tomar café e partir pra o passeio das piscinas naturais (OBS: o passeio vai de acordo com a tabua da maré, você pode dar a sorte de pegar um as 9h).

Depois de tomar café, partiu passeio. Com o retrato do cansaço, colocamos óculos de sol e saímos quase arrastando o cobertor pra rua. Assim que botei o pé pra fora do hotel a orla estava LO-TA-DA de gente correndo… Fiquei envergonhado de estar daquele jeito, juro, era uma coisa muito impressionante. Alias, me fascinou demais o quanto a saúde é importante por lá.

2016-09-28-04-09-56-1

EXPERIENCIAS NÃO TÃO BOAS

Vamos listar algumas besteirinhas que não curti muito:

  • Passeio atrasado: Quando compramos fomos informados que iriamos sair as 7h30, chegamos lá 7h20 e o cara falou que “sairemos as 8h porque muitas pessoas se atrasam”. OI?? Que culpa eu tenho do atraso alheio? Se existe um horário ele deve ser respeitado e não atrasado por conta do erro dos outros;
  • Estado do nordeste não aceitando hipercard: Na nossa saga em busca de um lugar pra comer tinha uma subway aberta até as 00h, entramos montamos nossos sanduíches quando chegamos na hora de pagar uma placa bem grande dizendo “não aceitamos hipercard” pô, beleza fora do Nordeste não aceitar porque não é tão forte, mas em Jampa?? Vacilo. Resultado, saímos de lá e fomos pro Bar do Cuscuz, como já citado;

EXPERIENCIAS MARA

  • Giradouro: A cidade é repleta deles! Não vi pontos de transito, e mesmo onde havia os carros não paravam. Uma vez eu li em algum lugar que a melhor forma de evitar transito é com giradouros, que são círculos no meio de um cruzamento que os carros giram até ir pra sua saída. Faz sentido porque os carros não param, pode ficar girando eternamente sem atrapalhar ninguém;
  • Segurança: Notei isso assim que cheguei, todo mundo muito calmo, não pareciam se importar muito com assaltos. Saindo da cidade paramos num posto e perguntamos ao frentista: “Você já foi assaltado?” a resposta dele foi “eu nunca fui assaltado em toda minha vida”. Gente?;
  • Faxa de pedestre: Essa aqui é simples, botou o pé os carros param. Pronto. Eu realmente não estava pronto pra isso, foi emocionante, quase chorei;
  • Passeios baratos: Tudo super baratinho, por do sol foi 35 reais e as piscinas naturais 30 reais, podendo comprar pela internet;
  • Almoço no Mangai: QUE COMIDA! Realmente uma experiencia unica almoçar lá, o local é self-service e tem de tudo. Recomendo que comam o baião de dois, a feijão com farofa de paçoca e pra sobremesa de sorvete com cocada;

Mangai: Av. Gen. Edson Ramalho, 696 – Manaíra, João Pessoa

Passeio para Piscinas naturais do Seixas, clique aqui!

Passeio de catamarã no Por do Sol do Jacaré, clique aqui!

Hotel Littoral,  Av. Cabo Branco, 2172 – Cabo Branco. Clique aqui!

No fim das contas? Mais pros do que contras… Na realidade, MUITO mais. Aqui fica a dica, visite João Pessoa, é tudo de lindo <3

Deixe seu comentário!


c d f l m

Comentarios